Na atualidade, a água, seja por seu custo ou por sua escassez, deixou de ser apenas uma utilidade descartável, se tornando tanto um insumo principal quanto uma responsabilidade social. 
Dentro desse novo contexto, para poder descartar as águas residuárias industriais é obrigatório 
antes tratá-las até que cumpram com padrões cada vez mais rígidos estabelecidos pelos órgãos ambientais. Entretanto, mais interessante e econômico do que descartar uma água tratada de boa qualidade é reusar essa água no próprio processo industrial.

Em consonância com isso, a ENGENOVO desenvolve, projeta e fabrica sistemas para o tratamento 
de efluentes contendo óleos, graxas, gorduras e impurezas diversas, que permite seu descarte 
de acordo com a legislação ou, melhor ainda, seu reuso em inúmeras aplicações industriais.

As estações de tratamento de maior capacidade são concebidas de acordo com as características específicas de cada efluente, e com as necessidades individuais de cada indústria. 
As estações menores, para capacidades entre 1 e 35 m3/h, consistem em Estações Compactas 
de Tratamento de Efluentes
padronizadas.

No setor sucroenergético as estações de tratamento aplicam-se especialmente ao tratamento 
dos efluentes gerados no resfriamento de mancais de moendas, em sistemas de resfriamento 
em geral, na lavagem de pisos, equipamentos, máquinas e peças, além dos efluentes de oficinas mecânicas, automotivas e agrícolas, sobretudo os da lavagem de veículos.

FECHAR    
     
       
Copyright 2014 © ENGENOVO •  Webdesign: Eduardo Chalita